Como fazer você peidar sozinho?

Peidar é um processo natural que ocorre no corpo humano. Pode ocorrer espontaneamente, mas às vezes o acúmulo de gases no corpo pode causar dor e inchaço. Certos alimentos podem ser a causa dos gases, mas a contração dos músculos abdominais também pode ser parcialmente responsável. Nesses casos, pode ser útil usar uma ou mais posturas de ioga ou outras técnicas para ajudar o corpo a peidar.

Apresentaremos uma série de posturas de ioga e dicas dietéticas para preveniracúmulo de gás. Também abordaremos a questão da retenção de gases e daremos algumas dicas para reduzir a necessidade de peidar.

Posturas para peidar

Certas posturas de ioga, como a postura da criança, podem ajudar a liberar gases acumulados ou aliviar cólicas e inchaço causados ​​por esse acúmulo. O relaxamento é essencial para poder peidar, por isso é importante se sentir confortável no ambiente.

Aqui estão algumas posturas de ioga que podem ajudar com peidos:

1. Postura de criança (Balasana)

A postura da criança é uma posição de relaxamento que alonga os músculos das costas e do abdômen. Promove relaxamento e pode ajudar a aliviar o inchaço e a dor relacionados ao acúmulo de gases.

Para realizar a pose de criança, siga estes passos:

Ajoelhe-se em um tapete de ioga ou tapete confortável.

Sente-se sobre os calcanhares e incline a parte superior do corpo para a frente, apoiando a testa no chão.

Estique os braços para a frente e deixe-os repousar no chão.

Fique nesta posição por várias respirações profundas, concentrando-se em relaxar o corpo.

2. Postura do vento (Pavanamuktasana)

A postura do vento é uma postura de ioga que ajuda a aliviar gases e inchaço. Consiste em comprimir o abdômen para facilitar a eliminação dos gases acumulados.

Para realizar a pose do vento, siga estas etapas:

Deite-se de costas com as pernas estendidas.

Dobre o joelho direito e leve-o em direção ao peito.

Passe os braços em volta do joelho direito e abrace-o contra o peito.

Fique nesta posição por várias respirações profundas e repita do outro lado.

3. Postura de bebê feliz (Ananda Balasana)

A postura do bebê feliz é outra postura de ioga que pode ajudar a liberar gases acumulados. Envolve dobrar os joelhos e trazê-los em direção ao peito, imitando a posição de um bebê feliz.

Para fazer a pose de bebê feliz, siga estas etapas:

Deite-se de costas, com os braços ao lado do corpo.

Dobre os joelhos e leve-os em direção ao peito.

Segure os pés com as mãos e afaste ligeiramente os joelhos.

Balance suavemente para frente e para trás, massageando as costas no chão.

Além dessas posturas de yoga, existem outras dicas que podem ajudar a aliviar os gases acumulados.

1. Beba refrigerantes

Bebidas carbonatadas, como água com gás, podem ajudar a liberar gases acumulados no corpo. Podem ser consumidos para promover a eliminação de gases. Porém, é importante não exagerar, pois também pode causar inchaço.

2. Massageie o abdômen

Além das posturas de ioga, massagear o abdômen no sentido horário pode ajudar a eliminar os gases presos e reduzir as cólicas e o inchaço.

3. Alimentos e bebidas que ajudam a peidar

Certas bebidas e alimentos podem ajudar uma pessoa a peidar com mais facilidade. Embora isso possa não ser uma boa ideia se uma pessoa já sofre de inchaço excessivo, pode facilitar a passagem de gases. Esses alimentos e bebidas incluem:

Refrigerantes e água mineral com gás

A goma de mascar

Lacticínios

Alimentos gordurosos ou fritos

Frutas ricas em fibras

Alguns adoçantes artificiais, como sorbitol e xilitol

4. Reduza a vontade de peidar

Peidar é a maneira que o corpo usa para se livrar do ar engolido e de outros gases presos. As posturas mencionadas acima podem aliviar temporariamente os gases, mas muitas pessoas também procuram maneiras de reduzir a vontade de peidar.

Embora seja impossível fazer com que os peidos desapareçam completamente, existem algumas maneiras de reduzir o número de vezes que uma pessoa tem que peidar todos os dias. Muitos alimentos aumentam a quantidade de gases produzidos durante a digestão. O feijão é bastante conhecido por isso, mas contém muitos nutrientes e deve sempre ser incluído em uma alimentação saudável. Molhar o feijão antes de cozinhar pode ajudar a reduzir a flatulência em algumas pessoas, enquanto outras podem querer limitar a quantidade de feijão que comem.

Reduza o consumo de outros alimentos que causam gases também pode ajudar. Isso inclui alimentos ricos em enxofre ou certos carboidratos e fibras fermentáveis, como:

Couve-flor

O repolho

Brócolis

Couve

Couve de Bruxelas

Alcachofras

Espargos

Maçãs

Peras

Pêssegos

Cerveja

Refrigerantes

Os produtos lácteos, incluindo queijo e sorvete, também podem causar gases, especialmente em pessoas sensíveis à lactose.

Por fim, é importante comer devagar e com a boca fechada. Muitos gases aprisionados são engolidos pelo ar, o que é mais provável de ocorrer se uma pessoa comer rapidamente ou com a boca aberta.

Segure um peido

Embora segurar um peido nem sempre seja recomendado, às vezes é necessário. Seja em uma sala lotada ou no primeiro encontro, há muitos motivos para conter um peido potencialmente embaraçoso até que ele possa ser liberado discretamente. Contrair o ânus pode ajudar a curto prazo, e mudar de posição até que o gás se mova pelo corpo também pode ajudar. A melhor solução é a pessoa reservar um momento para liberar o gás no banheiro ou longe de outras pessoas. Dessa forma, não se acumulará e causará inchaço ou dor desconfortável.

Peidar é um processo natural do corpo humano e é importante não segurá-lo excessivamente. No entanto, para aqueles que têm dificuldade para peidar ou sofrem de dores relacionadas aos gases, usar certas posturas de ioga, mascar chicletes ou beber refrigerantes pode ajudar a liberar gases acumulados e reduzir o inchaço.

Também é importante levar em conta o alimentos e bebidas que consumimos, porque alguns podem promover a produção de gás. Ao reduzir o consumo de alimentos que causam gases e adotar bons hábitos alimentares, é possível reduzir a vontade de peidar e minimizar a dor e o inchaço associados.

Lembre-se de que este artigo é apenas para fins informativos e não substitui o aconselhamento médico profissional. Se você tiver alguma preocupação ou dúvida sobre sua saúde, consulte um profissional de saúde qualificado.

* A PRESSE SANTÉ busca transmitir conhecimentos sobre saúde em uma linguagem acessível a todos. Em NENHUMA CIRCUNSTÂNCIA a informação prestada pode substituir o conselho de um profissional de saúde.

Related Articles

Back to top button