“Seus dias não estão em perigo”

O ator Pierre Arditi, 78, foi hospitalizado na noite de quarta-feira depois de se sentir mal no palco, mas seus “dias não estão em perigo”, disseram aqueles ao seu redor no final da noite. “Está consciente, esteve internado para fazer exames, os seus dias não correm perigo”, esclareceu esta fonte, segundo a qual “não se trata de um acidente vascular cerebral”, após exame.

O ator sentiu-se mal enquanto subia ao palco do teatro Édouard VII, em Paris, cerca de vinte minutos após o início da apresentação de “Coelho”, indicou a sua comitiva e os espectadores que testemunharam nas redes sociais.

A execução desta peça em dueto com Muriel Robinmuito aguardado para este regresso cultural, foi imediatamente interrompido, a cortina foi baixada e os espectadores pediram para abandonar a sala.

Este conteúdo está bloqueado porque você não aceitou cookies e outros rastreadores.

Clicando em ” Aceito “cookies e outros rastreadores serão colocados e você poderá visualizar o conteúdo (Mais Informações).

Clicando em “Aceito todos os cookies”você autoriza o armazenamento de cookies e outros rastreadores para armazenamento de seus dados em nossos sites e aplicativos para fins de personalização e direcionamento publicitário.

Você pode retirar seu consentimento a qualquer momento consultando nosso política de proteção de dados.

Gerenciar minhas escolhas



De acordo com BFMTVMuriel Robin estava ao seu lado, assim como Évelyne Bouix, sua companheira, e Samuel Benchetrit, autor e diretor da peça. De acordo com o semanário Apontarque relata o depoimento de um espectador presente na sala, Pierre Arditi teria encontrado problemas de fala no palco.

Tão confortável no palco quanto na tela grande, Pierre Arditi (nascido em 1 de dezembro de 1944 em Paris) é uma figura popular na vida cultural francesa. Colaborou diversas vezes com cineastas como Alain Resnais e Claude Lelouchao mesmo tempo em que segue uma carreira intensa no palco e na telinha.

Premiado com dois Césares e um Molière, ele é conhecido por sua voz profunda e por seu papel de sedutor picante. Foi visto nos últimos anos na série “Le sang de la vigne”, em “La belle époque” (2019) de Nicolas Bedos ou mais recentemente, “Maestro(s)” (2022), onde interpretou maestro ao lado de Yvan Attal.

Related Articles

Back to top button